Onde morar em Xangai?

Entre as muitas perguntas que passam na nossa cabeça quando nos mudamos de cidade ou país é como escolher onde morar no novo destino. A China não era um país novo para nós, mas jamais havíamos morado em Xangai e não tínhamos ideia de que area escolher.

Xangai é uma cidade enorme, com 30 milhões de habitantes e uma históra extremamente rica o que permitiu que cada parte da cidade tenha uma característica única. Se eu for entrar em detalhes essa entrada de blog vira livro, então vou me restringir ao básico e simplificando, Xangai é dividia em duas partes: Puxi e Pudong.  Sim, no meio da cidade corre o rio Huangpu  e portanto tudo o que está a leste do rio é Pundong (东-dong, leste, ou seja à leste do rio Huangpu) . O outro lado é Puxi (西- xi, à oeste do rio Huangpu). Ao contrário da complexidade da história de Xangai, a diferença das duas regiões é muito simples: Puxi é a Xangai original enquanto Pudong é a parte nova, com apenas 30 anos de existência. Alias, um verdadeiro xangainês sequer considera Pudong Xangai e inclusive há um ditado aqui que diz “antes uma cama em Puxi que uma casa em Pudong” (um dia ainda falerei sobre o orgulho do xangainês).

Pudong é a parte moderna da cidade, e foi criada com o intuito de mostrar a China do futuro. Sabe aquele cartão postal da cidade? Com a foto do Bund e a Pearl Tower do outro lado do rio? Todos esses prédios famosos de Xangai então em Pudong. É lá que está praticamente todo o centro financeiro da cidade e contudo, apartamentos enormes e luxuosos assim como escolas internacionais. Devido a estes motivos, muitas famílias expatriadas optam por morar em Pudong, onde fica também o maior aeroporto de Xangai de onde sai o famoso maglev.

Puxi é a parte original da cidade. Onde fica a antiga Xangai, com o lindo e incônico Jardins de Yu. É também onde fica a Concessão Francesa e o templo de Jing’An e a casa onde o Partido Conunista da China foi fundado. É em Puxi que andamos pelas ruas e vemos os “xi ku men“ (arquitetura típica de Xangai) e placas por toda a cidade apontando que ali moraram figuras centrais da história cultural, social e política da China. Em resumo, Pudong que me me perdoe, mas Xangai É Puxi. A alma dessa cidade fascinante está a oeste do rio.

O Bund, do lado de Puxi, com vista para Pudong

Puxi é também onde está a vida noturna de Xangai: restaurantes de todos os gêneros e muitos bares. Aliás andar a noite pela Concessão Francesa é uma experiência deliciosa: você pode comer em um bistrô francês como o La Saleya e sair andando e dar de cara com uma enome variedade de barzinhos charmosíssimos, como o Senator Saloon, um bar ao estilo da época da lei seca nos EUA, totalmente decorado em estilo dos anos 20 e com drinks maravilhosos ( e nada baratos, mas tudo bem). A vida diurna também não deixa a desejar. Xangai é conhecida por ter muitos cafés e não é difícil achar um lugar para sentar do lado de fora e tomar um cappuccino com um amigo. Não é a toa afinal, que Xangai é conhecida como a “Paris do Oriente”.

Mas como escolher onde morar em Xangai? O primeiro passo é ver onde você irá trabalhar. Preferência não é tudo e como a cidade é muito grande e o trânsito ruim, é quase impossível morar em um lado e trabalhar no outro.

O segundo critério é a escolha da escola, caso haja filhos envolvidos. A maioria das escolas internacionais hoje em dia possui unidades tanto em Puxi como em Pudong. Mas pelos mesmos motivos mencionados acima, é bom morar bem perto da escola para que as crianças não percam muito tempo indo e voltando da escola.

O terceiro motivo é o tipo de casa. Pudong tem mais opções de apartamentos e vilas modernas e espaçosas enquanto em Puxi, é bem mais difícil achar apartamentos grandes e/ou modernos. Nós achamos por sorte e porque tínhamos um orçamento bom e uma boa empresa de relocação nos ajudando. Mas em Pequim por exemplo, essa busca teria sido muito mais simples.

Por ultimo, é preciso saber que tipo de lugar se quer viver: burburinho da cidade ou mais tranquilidade? Seja lá qual for sua escolha é importante saber que devido à distância, pessoas que moram e Puxi raramente vão à Pudong e vice-versa, portanto é muito importante realmente gostar da area escolhida.

Dentro de Puxi ainda é preciso escolher uma área, pois essa região também é enorme! Há Hongqiao, com um aeroporto perto e opção de morar em casas, há também o Bund, com seus prédios históricos e a concessão francesa, minha queridinha. O melhor mesmo, é reservar um tempinho para explorar as diferentes partes da cidade, saber o seu orçamento e o que cada area oferece em termos de tipos de moradia, escolas e serviços (restaurantes, mercados etc). Uma vez que suas prioridades, orçamento e preferências estejam bem definidas, a escolha de onde viver em Xangai será muito mais simples.

Agradecemos sua participação