De Volta à China!

Quando eu e meu marido fomos embora de Pequim em 2012, jamais pensei que iríamos voltar para a China. Ele sempre gostou de morar na China, e saiu de Pequim arrasado. Eu por outro lado, já não aguentava mais. Estava cansada dos metrôs cheios, e dos horários de trabalho de empresas chinesas. Estava cansada do trânsito, da poluição e do empurra-empurra nas ruas e no transporte público. A lua-de-mel com Pequim havia chegado ao fim e só pensava em ir embora.

Continuar lendo

A primeira vez na China

Em Outubro de 2017, quando a Clara tinha 11 meses, nós partimos para Xangai para um temporada de dois meses devido ao trabalho do Thomas. Eu e Thomas já havíamos morado na China, em Beijing porém apesar de termos visitado Xangai muitas vezes, nunca havíamos morado lá. Era também a primeira vez que viajaríamos com a Clara por um tempo prolongado, pois após a estadia em Xangai, iríamos ainda para Singapura, para a formatura do Thomas no EMBA e depois sairíamos de férias na Tailândia. Ou seja, seria um total de 3 meses longe de casa.

Clara em Xangai por Red Rooster Photos
Continuar lendo

Casamento em Liverpool

Por uma dessas coincidências da vida, minha irmã caçula, Luciana, se mudou para a Inglaterra um ano depois de nós. Ela veio para fazer um curso em Londres o que para mim era excelente pois Cambridge, onde morávamos, ficava à apenas 45 minutos de trem de distância e assim podíamos nos ver regularmente. As coincidências da vida levaram minha irmã a também se casar com um estrangeiro, o Justin, inglês e originalmente de Cambridge. Apesar de terem se conhecido e de hoje em dia viverem em Londres, por mais ou menos um ano a Lu (como eu a chamo) e o Justin moraram em Liverpool e foi lá que em 2017 eles se casaram. E foi assim que em outubro daquele ano, e com a Clara com então 11 meses, nós viajamos à Liverpool para celebrarmos a união da Lu e do Justin.  Foi uma viagem divertidíssima, de muitas risadas e alegria com a família, pois além de toda a família do Justin, estavam presentes nossos pais, minha prima (que veio de  Paris) e minha avó que na época tinha 88 anos.

Continuar lendo